terça-feira, abril 19, 2011
A palavra morte sempre assusta as pessoas. Acho que o ser humano não reage bem a perdas. Eu não sou excessão.

Não é que eu tenha medo da morte (até porque eu sei para onde vou depois que meu corpo para a terra voltar), mas fico triste e assustada em ver a pessoa feliz num dia e no outro você não a vê mais.

Isso acontece até com pessoas que nem conheço, como o caso do ex-vice presidente José Alencar. Nos sentimos tão importantes, mas não somos nada e nosso fim será igual a de todos: a morte.

O que fazemos em vida é o que importa. Alencar lutou pela sua vida até o último momento. E o que nós temos feito? Será que estamos sendo felizes? Estamos lutando pela vida, pelas pessoas, pelo amor? Será que estamos sonhando mais e buscando nossos objetivos?

A vida é muito curta pra vivermos com medo. Medo de se expor, de se machucar, medo de dizer sim, dizer não, medo de ser você mesmo e de ir em frente.

Começo a pensar que estamos mortos respirando, porque não produzimos nada bom e útil ao mundo. Então está na hora de levantar e começar a planejar como será sua nova vida!
 


0 comentários:

Pesquisa aí!

Quem sou eu

Minha foto
Uma jovem que percebeu que não podia fazer nada sem Deus.
Tecnologia do Blogger.

Faça Parte!